A cortina é um item indispensável em uma casa, já que serve para garantir sombra durante o dia, privacidade à noite, disfarçar uma parede que esteja com pequenos defeitos na pintura e até mesmo aprimorar a decoração do ambiente.

Para cada tipo de gosto é possível encontrar um tipo específico de cortina, seja de acordo com o material que o tecido é fabricado, pela necessidade de cada cômodo, como sala, quartos, cozinha ou pelo tipo de suporte de fixação e sustentação.

Sendo assim, para saber qual cortina é mais indicada para cada janela é preciso considerar uma série de fatores e, para tirar suas dúvidas, separamos algumas informações cruciais sobre cortina de trilho e varão.

A imagem mostra um exemplo de uma cortina de trilho e outra de varão.

Tipos de cortina

Na hora da decoração da casa, a escolha pela cortina de trilho ou cortina de varão é pessoal e deve atender às realidades da casa e do comprador. Ou seja, a escolha não deve comprometer a praticidade e funcionalidade do uso da janela.

Tanto o trilho quanto o varão, em geral, têm a mesma função: fixar e dar suporte para a cortina. Mas no que se refere a decoração, ambas possuem diferenças já que o varão fica aparente e o trilho é projetado para não aparecer no ambiente.

Antigamente era muito comum encontrar cortinas de trilho nas janelas de todos os cômodos de uma casa. Hoje em dia, por conta da praticidade, as cortinas de varão são mais frequentes nas casas e apartamentos. Essa é mais fácil de instalar, aquela era mais sofisticada.

No varão, a cortina é presa por meio de argolas e ele pode ser feito de madeira ou alumínio. Também é possível comprar o varão revestido com estampas ou cores conforme preferência ou para combinar com a cortina e parede da casa.

Já no sistema de trilhos, as argolas são substituídas por roldanas deslizantes, fazendo a cortina abrir e fechar com mais facilidade e mobilidade. Os trilhos são feitos de metal ou PVC e podem ser duplos ou triplos, sendo que quanto mais trilhos a movimentação da cortina é mais sutil.

Enfim, a escolha do melhor modelo depende de avaliação de gosto pessoal e a realidade do imóvel, pois ambos modelos apresentam vantagens e desvantagens.

 

Vantagens e Desvantagens

Agora que você conhece os principais tipos de cortinas disponíveis no mercado e como funciona o sistema de cada uma delas, chegou a hora de conhecer as principais qualidades e os pontos não tão positivos assim, tanto do varão quanto do trilho. Acompanhe:

 

Cortina de varão

A cortina de varão tem como vantagem o modo fácil e simples de ser instalada, sendo necessário apenas a fixação de poucos parafusos na parede.

Consequentemente ela é desmontada sem complicação, facilitando a limpeza frequente.

Os varões também são a solução para instalação de cortinas em espaços pequenos ou com sequências de janelas. Outra vantagem é poder comprar o varão com diversas espessuras conforme o peso da cortina.

A desvantagem fica por conta do varão apresentar a opção de apenas uma cortina e a movimentação ser muito reduzida. Sem contar que esse modelo pode não combinar com as decorações do quarto, sala ou cozinha da casa.

 

Cortina de trilho

A cortina de trilho pode acomodar mais de uma cortina dando mais proteção contra o sol ou privacidade, além de ter um sistema que permite que a abertura e fechamento das cortinas seja de forma suave e eficiente.

A principal desvantagem desse modelo é o investimento em acabamento, como uma sanca de gesso, por exemplo, pois sua estrutura deixa os trilhos à mostra. Portanto, a instalação da cortina de trilho é mais trabalhosa e precisa de tempo.

 

Decoração

Para além das vantagens e desvantagens do varão ou trilho, outros fatores devem ser levados em consideração na hora de escolher as cortinas da sua casa.

Para te ajudar nessa escolha separamos alguns dos principais tecidos disponíveis no mercado:

  • Voil;
  • Cetim;
  • Linho;
  • Sarja;
  • Shantung
  • Richelieu;
  • Veludo;
  • Seda;
  • Entre outros.

Além do tipo de tecido, a estampa ou textura aplicada na cortina também faz diferença na hora da decoração.

Nesse caso, é importante avaliar quais tecidos combinam com cada tipo de cômodo para ter harmonia na decoração e, para isso, um profissional em design de interiores pode contribuir bastante na hora da escolha.

Outro ponto que deve ser levado a sério na hora de escolher a cortina da sua casa, principalmente no momento da instalação, são as metragens disponíveis no ambiente e as metragens desejadas para cada tipo de cortina.

Você pode optar por cortinas longas que cobrem toda a parede e vão até o chão, ou pode escolher as cortinas menores que cobrem só a janela, sendo o suficiente em alguns casos.

Tal decisão pode variar de acordo com as preferências de cada pessoa e com o estilo de decoração proposto para os cômodos da casa. Nesse caso, um especialista em decoração também pode ajudar na hora de decidir entre as cortinas. Descubra mais sobre cortinas para varão nas Lojas Donna.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *